Mindfulness na educação | Indaiatube

Mindfulness na educação

Técnica de atenção plena pode ser aliada dos professores em sala de aula

 

Por Sílvia Perez

fonte –  Jornal da PUC-Campinas

 

O avanço tecnológico facilitou em escala global o acesso a todo o tipo de informação, mas a informação por si só não é garantia de educação, porque para que a pessoa possa aprender é necessário saber acessar essa informação, assimilá-la e integrá-la ao conhecimento adquirido previamente, dispondo de outras capacidades importantes como o pensamento crítico e a criatividade.

De acordo com a fisioterapeuta Michele Peres Ferreira, ex-aluna da PUC-Campinas, há o risco de intoxicação mental, que é produzida pelo excesso de informações que não podem ser digeridas de forma adequada, o que pode acontecer tanto com os alunos como com os professores.

“A gente lida com a realidade do sistema educacional que não abrange o desenvolvimento pessoal e social e a promoção do bem-estar e felicidade, e a educação não pode se limitar só aos aspectos acadêmicos, vinculados a conteúdos das disciplinas tradicionais, a gente acredita que a educação deveria também ajudar os alunos a potencializar o desenvolvimento pessoal e social”, explica.

O papel do mindfulness ou atenção plena ? tradução da palavra em inglês ? já era muito apreciado na antiguidade, quando o ritmo da vida ainda não era tão veloz quanto o que se conhece hoje, o que para a especialista é mais uma razão para se destacar o benefício do ensino de mindfulness na educação.

“Para que as pessoas possam enfrentar a vida de um modo mais pleno e consciente, compensando o stress diário para viver as experiências de um modo mais atento, assimilar de forma mais serena e relaxada as informações para aprender melhor e abordar elementos para o desenvolvimento pessoal, social e a promoção de bem-estar, de modo a complementar os aprendizados acadêmicos tradicionais”, destaca.

mindfulness não é um exercício de meditação simplesmente, está mais para uma mudança no estilo de vida e traz impactos no foco e na atenção em sala de aula por conta da sua característica de organização dos pensamentos.

fonte –  Jornal da PUC-Campinas

Acesse http://jornal.puc-campinas.edu.br/

Tags: ,

Comments are currently closed.

Top